Lifting de Glúteos Não Evasivo

Lifting de Glúteos Não Evasivo

O Lifting de glúteos é uma novidade para deixar o bumbum mais levantado e sem flacidez, salvar das estrias e celulites, e o procedimento pode ser cirurgico ou não!

Entenda a seguir como cada um dos procedimentos funcionam:

Lifting de glúteosLifting de Glúteos Não Evasivo

Esta técnica é feita em consultório e utiliza-se cremes, argila e massagem.

Pessoas com silicone nos glúteos podem fazer, pois ajudará tanto antes da cirurgia, quanto na manutenção.

O ideal é um pacote de 10 sessões a serem feitas 3 vezes por semana, e depois, a cada 15 dias.

Gestantes também podem fazer, e é uma alternativa para salvá-las das estrias que na maioria dos casos aparecem.

Vídeo Demonstrativo

Lifting Cirúrgico

O lifting de glúteos cirúrgico, é uma plástica corretiva estética realizada no bumbum, para corrigir a flacidez da região.

As incisões são bem pequenas, na linha da roupa íntima, o que permite disfarçar a cicatriz.

No procedimento, o cirurgião remove a pele excedente, devolvendo ao bumbum um aspecto mais firme, o que deixará o bumbum mais empinado.

Há ainda os pacientes que associam a técnica à gluteoplastia, com o intuito de conquistar mais definição e volume.

Pré-operatório

  • Como em todo procedimento cirúrgico, é necessário seguir a todos os exames que o médico pedirá, para saber se o paciente pode ou não realizar a cirurgia.
  • Após isso, para aqueles que prosseguirem com o lifting, será necessário seguir à risca todas as recomendações médicas, como:
  • Respeitar o jejum solicitado;
  • Não usar maquiagem no dia da internação;
  • Evitar cigarro, bebidas alcoólicas e comidas gordurosas nos dias que antecedem o lifting;
  • Chegar no horário informado de sua internação;
  • Etc.

Anestesia

A anestesia no lifting de glúteos é normalmente a geral.

Pós-operatório

  • Usar compressas de solução fisiológica fria;
  • Manter a alimentação normal e equilibrada;
  • Evitar movimentar demais a região;
  • Obedece todas as recomendações médicas e realizar o retorno conforme indicação do especialista;
  • Evitar alterações climáticas e exposição à luz solar.

Riscos

Podem surgir pequenos edemas e hematomas na região tratada.

Outras Referências: Master Health

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *