Peso ideal desvendado e explicado

Peso ideal desvendado e explicado

Embora a maioria das pessoas gostariam de uma solução simples para calcular o peso ideal, ou saudável, essa conclusão, infelizmente, não é tão fácil de se alcançar.

Seu peso ideal não pode simplesmente ser calculado a partir de uma fonte geral – peso saudável, ou o peso ideal, depende de vários fatores, incluindo a sua idade, sexo, tipo de corpo, a densidade do osso, relação músculo e gordura, saúde em geral, altura…

Ao longo das últimas décadas, o IMC (índice de massa corporal) foi visto como um excelente meio para o cálculo do peso saudável de uma pessoa. Entretanto, o IMC, como você verá mais adiante neste artigo, é na melhor das hipóteses, um cálculo aproximado com várias limitações. O IMC é mais útil quando se estuda grandes populações, a invés de indivíduos de forma isolada.

O que é o peso ideal

Peso ideal explicado

Seu peso ideal saudável pode ser diferente dos seus amigos e familiares, muitas vezes, mesmo se você for do mesmo sexo e tiver a mesma altura!

Comparar o próprio peso com o de outras pessoas não é o ideal. É preciso analisar caso a caso.

Nem mesmo especialistas em diferentes países parecem concordar com uma decisão igual de peso ideal. Um peso saudável no Reino Unido ou nos Estados Unidos é um pouco maior do que o que está definido, por exemplo, nos Países Baixos. Se você estivesse na Holanda, teria uma meta de peso menor do que se estivesse nos EUA.

O Índice de Massa Corporal (IMC), e a relação cintura-quadril, são duas maneiras que médicos e outros profissionais da saúde usam para avaliar o peso de uma pessoa. A relação cintura-quadril é provavelmente a mais precisa (razões mais adiante neste artigo).

IMC (Índice de Massa Corporal)

O resultado desta medição é um número derivado do peso e da altura de uma pessoa.

Como calcular o IMC?

Utilize uma balança (de preferência a de modelo elétrico, por ser mais precisa) para descobrir o seu peso em quilos, e meça a sua altura (ou peça para alguém medi-lo com uma fita métrica), para estabelecer a sua altura em metros. Agora divida o seu o peso pela sua altura ao quadrado, o resultado será o seu IMC. A fórmula é essa: peso = a, altura = b, resultado = x.

X= a ÷ b²

Se uma pessoa possui 60 kg e 1,67 m de altura, o cálculo será este:

IMC = 60 ÷ 1,67²
IMC = 60 ÷ 2,78
IMC = 21,5

  • Um estudo realizado por pesquisadores finlandeses desvendeu qual é o melhor dia que as pessoas que estão em processo de emagrecimento devem se pesar. Clique para saber mais.

Entendendo os resultados

Tanto para mulheres quanto para os homens, se o número de IMC for inferior a 18,5, a pessoa está abaixo do peso e corre riscos relacionados à depressão, artrite e problemas cardiovasculares, e também mais facilidades a quebrar ossos, sofrer acidentes, abortos e doenças pulmonares.

Aqueles que estiverem com a taxa entre 19 e 24,9 são classificados como tendo o peso ideal, já aqueles que estiverem entre 25 e 29,9 estão com sobrepeso. E as pessoas que se encontram em qualquer porcentagem acima de 30 é avaliado como obeso.

Agora que você sabe o seu IMC e a categoria em que se encontra, basta constatar qual é a atitude que deve tomar em relação ao resultado.

Caso você se enquadre em algum dos grupos abaixo do peso, com sobrepeso ou obesidade, procure um clínico geral que irá te encaminhar para um tratamento padrão ou um nutricionista, que indicará uma dieta alimentar agregado com um plano de exercícios para que você encontre o seu peso corporal ideal.

Controvérsias do IMC

As pessoas têm diferentes densidades ósseas e proporção de gordura corporal, e só o IMC não leva em conta estes fatores.

Para exemplificar, um paciente com osteoporose pode ter um IMC menor que um outro indivíduo. Sem estas condições, no entanto, é provável que se fossem usadas somente medições de IMC, o paciente com osteoporose fosse considerado como mais saudável.

Além disso, o IMC subestima o percentual de gordura corporal em pessoas obesas ou com excesso de peso, e superestima o percentual de gordura corporal em indivíduos musculosos ou magros.

Relação cintura-quadril RCQ

A relação cintura-quadril, também conhecida como RCQ, verifica a relação da circunferência da cintura de uma pessoa com a sua circunferência do quadril. A medida da cintura menor (localizada geralmente um pouco acima do umbigo), é dividida pela circunferência do quadril, na sua parte mais larga.

Os resultados da relação cintura quadril devem ser até 0,8 para mulheres e até 0,9 para homens. Resultados superiores podem indicar alto risco para doenças cardiovasculares. Quanto maior o valor, maior o risco.

Usando frutas como exemplos práticos, as pessoas em forma de “maçã”, ou seja, que tem um RCQ maior, tendem a um maior risco de desenvolver doenças, como problemas cardiovasculares, em comparação com indivíduos em forma de “pêra”. Uma pessoa em forma de maçã tem mais gordura acima da cintura, enquanto a gordura em uma pessoa em forma de pêra é mais concentrada em seus quadris.

Mulheres com RCQ abaixo de 0,8 tendem a ser mais saudáveis e mais férteis. Um RCQ de 0,8 aponta para um menor risco de desenvolver variados tipos de câncer, doenças cardiovasculares e diabetes.

Já os homens com RCQ de 0,9 ou menos têm os mesmos benefícios, enquanto que aqueles com maior RCQ tem riscos para a saúde semelhantes.

Controvérias do RCQ

Na relação cintura quadril não é medido o percentual de gordura corporal total do indivíduo. No entanto, a maioria concorda que é um preditor superior de riscos para a saúde e uma melhor medida do peso ideal.

Percentual de gordura corporal

Se medir o percentual de gordura total de uma pessoa, e dividir pelo peso, você terá a porcentagem de gordura corporal. Esta medição inclui a gordura de armazenamento, e a gordura essencial.

Gordura essencial é a gordura que precisamos para a sobrevivência. As mulheres têm uma proporção maior de seus corpos compostos de gordura essencial do que os homens – entre 2% e 5% em homens adultos e 10% e 13% em mulheres adultas.

O armazenamento de gordura é a acumulação de gordura no tecido adiposo. Um pouco de gordura de armazenamento também serve para proteger os órgãos internos localizados no abdômen e no peito. O tecido adiposo é um tipo de tecido que contém gordura armazenada.

Nosso porcentual de gordura corporal total inclui tanto a gordura de armazenamento quanto a gordura essencial.

Indicações de porcentagem de gordura

Veja a seguir quais são os percentuais de gordura indicados como “ideais” em homens e mulheres.

Gordura essencial

De  2 a 4% nos homens, e de 10 a 12% nas mulheres.

Gordura total

  • Atletas: 6 a 13% nos homens, e de 14 a 20% nas mulheres.
  • Magros: de 14 a 17% nos homens, e de 21 a 24% nas mulheres.
  • Com peso ideal e que não sejam atletas: de 18 a 25% nos homens, e de 25 a 31% nas mulheres.
  • Pessoas acima do peso: de 26 a 37% nos homens, e de 32 a 41% nas mulheres.
  • Obesos: 38% em pessoas do sexo masculino, e 42% em pessoas do sexo feminino.

Profissionais da saúde e cientistas esportivos dizem que medir o percentual de gordura corporal de uma pessoa é a maneira ideal de avaliar a sua capacidade física e a sua saúde em geral, porque é o único que inclui a composição corporal verdadeira de uma pessoa. Muito simplesmente, mede com precisão o sobrepeso ou obesidade possíveis em homens com mais de 25% (percentual de gordura corporal) e mulheres com mais de 31%.

Conclusão

Se você precisa encontrar o seu peso ideal, é importante não atentar-se apenas ao IMC, mas levar também em conta outros fatores.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *