A pressão alta é uma doença já muito conhecida entre os brasileiros, isso porque dados do Ministério da Saúde revelaram que mais de 300 mil pessoas morrem por conta da enfermidade no pais, mas o problema é ainda maior do que imaginamos.

Especialistas afirmam que a hipertensão (como também é chamada a pressão alta) é a responsável por nada menos do que 80% dos casos de derrame cerebral que ocorrem no Brasil, assim como por 60% dos casos de quem sofre um ataque cardíaco.

O mais perigoso é que a pressão alta pode atingir tanto crianças quanto idosos e suas causas são plurais. Por isso, é preciso ter atenção redobrada ao excesso de peso, sedentarismo, fatores genéticos, entre outros.

O que é a pressão alta?

Relação da pressão alta com a obesidade

A pressão arterial é a força que o nosso sangue realiza nas paredes de nossas artérias para que assim ele consiga circular por todo o nosso corpo. O problema é que quando essas artérias se estreitam o coração tem que bombear com mais força o sangue para que assim ele possa circular por todo o nosso corpo e voltar para o músculo.

O problema é que esse trabalho “a mais” que o coração e o sangue fazem para completar a circulação (por conta do aumento da pressão) faz com que as artérias sejam danificadas e o coração sofra uma dilatação.

Sintomas E Causas Da Pressão Alta

A pressão alta tem diferentes causas. Entre elas está o histórico familiar, isso porque parentes como pais e avós com o problema fazem com que a sua chance de desenvolver a doença aumente de forma exponencial.

O gênero também tem papel importante nesse quesito, mas também estão associados a idade. Isso porque os homens adultos de até 45 anos têm mais chances de ter pressão alta. Até os 64 anos as chances são iguais tanto para homens quanto para mulheres, mas depois dos 65 anos as chances das mulheres desenvolverem hipertensão aumentam.

A obesidade e o sobrepeso também são fatores de risco que podem causar pressão alta, já que o coração de uma pessoa obesa tente a trabalhar mais do que o normal. O sedentarismo e a alimentação desequilibrada (principalmente com muito sal) também estão na lista e fazem com que os riscos sejam maiores.

O grande problema da hipertensão é que ela só apresenta sintomas quando já está em um estágio bem avançado. Normalmente a pessoa sente fortes dores de cabeça, tonturas e dores no peito, assim como enjôos.

Tratamento Da Pressão Alta

Normalmente as pessoas que estão acima do peso precisam apenas perder alguns quilos para que o problema se resolva. O ideal é que a pessoa elimine 10% de seu peso. Além disso, é preciso ter uma atividade física regular e não exagerar nas bebidas que contenham álcool, e nem no sal na hora de temperar a comida (assim como evitar produtos industrializados que contenham muito sódio em sua composição).

Em casos mais graves o médico prescreve remédios chamados de vasodilatadores, que são diuréticos e que ajudam na redução dos problemas causados nos vasos sanguíneos. Esses medicamentos só são usados se a pessoa tem seus valores mínimos de pressão arterial entre 11 ou 12. O problema é que na maioria desses casos a pessoa fica em tratamento pelo resto da vida.

Por isso, o ideal é que você sempre mantenha seu checkup em dia e fique de olho nos sinais de seu corpo. Mantenha também uma dieta equilibrada e pratique atividade física com mais regularidade, assim você evita que o problema apareça e ainda consegue diminuir as chances de ter um derrame, acidente vascular cerebral ou um ataque cardíaco.