O colágeno é muito conhecido por pessoas que querem evitar a flacidez ou conquistar uma pele mais firme e viçosa, mas muita gente não sabe que a proteína pode também ser útil para quem quer emagrecer.

Ele é essencial para o cabelo, músculos, pele e é responsável pela formação de nossos tecidos. Sua importância é tanta que o colágeno representa cerca de 70% de toda a proteína presente na pele, e cerca de 30% das macromoléculas do corpo.

O problema é que o excesso de açúcar em nossa rotina alimentar, assim como o estresse, o excesso de sol e até mesmo o tabagismo podem fazer com que a produção dessa proteína diminua a cada ano, e sua pele será a primeira a sentir esse efeito.

Colágeno emagrece?

Colágeno
O colágeno pode ser consumido também através do brócolis, alimento rico em vitamina C.

Alguns especialistas afirmam que o colágeno tem uma participação importante na formação dos músculos. Pessoas que tem os níveis da proteína dentro do esperado desenvolvem os músculos de forma normal, mas quem tem os níveis baixos costuma encontrar maior dificuldade para realizar o desenvolvimento muscular.

Uma série de estudos e comprovações científicas já mostraram que quanto maior a quantidade de músculos que temos, maior será também a nossa queima calórica, e menor a chance de acumular mais peso e gordura no corpo.

Além disso, uma das propriedades do colágeno está no fato dele saciar a fome, fazendo assim com que as pessoas consumam menos calorias e emagreçam de forma mais satisfatória.

Como consumir colágeno

Essa macromolécula pode ser ingerida através de uma série de alimentos e também como suplemento alimentar (que geralmente é vendido em cápsulas). Para quem não gosta de suplementação e prefere o caminho da alimentação saudável, é possível usufruir dos benefícios da proteína de diversas maneiras.

Proteínas

Entre os alimentos ricos em colágeno estão todos aqueles com altas concentrações de proteínas, mas para que nosso organismo consiga sintetizar essa macromolécula é preciso aliar seu consumo a alimentos ricos em vitaminas, como as frutas de um vermelho ou roxo bem escuro, caso da framboesa, cereja, mirtilo, entre outros.

Elas também são ricas em uma substância que previne a destruição da proteína e aumenta a quantidade de vitamina C em nosso organismo, as antocianidinas.

Vitamina C

Alimentos ricos em vitamina C como morango, brócolis, laranja, limão, tomate e pimentão também são auxiliares na produção de colágeno, graças a essa importante vitamina.

Vitamina A

Já os ricos em vitamina A tem o papel de desacelerar a quebra da proteína e melhorar a produção em nosso organismo, entre eles estão a cenoura, batata doce, a pimenta vermelha, abóbora, entre outros.

Aminoácidos Essenciais

Os aminoácidos essenciais (lisina) e não essencial (prolina) são parte importante das fibras dessa proteína e são encontradas em alimentos como as carnes magras, legumes, claras de ovos, laticínios não gordurosos, peixe e gérmen de trigo.

O colágeno hidrolisado

Como muita gente não consegue ingerir a quantidade certa de colágeno diariamente, ou simplesmente não consome muitos alimentos auxiliares na produção da macromolécula, o uso de colágeno hidrolisado pode ser uma boa escolha.

Ele pode ser encontrado em pó ou em cápsulas e tem a quantidade necessária para ajudar nosso corpo na produção dos tecidos e melhora da saúde de nossos cabelos, unhas, pele e também no emagrecimento.

O colágeno em pó pode ser misturado à água, sucos e até mesmo em algum caldo. Normalmente recomenda-se tomar o suplementos 30 minutos antes de dormir, mas isso depende do fabricante e do suplemento que você está ingerindo.

Já a dose certa do suplemento deve ser indicada por um profissional da nutrição, que poderá solicitar exames que ajudem a entender se você pode consumir o suplemento e em que quantidades.

Também já existem no mercado alimentos enriquecidos com colágeno como bombons, barras de cereal, granola e gelatinas. É importante lembrar que toda gelatina possui uma baixa concentração de colágeno, que não supri as necessidades de nosso organismo, o que fez com que as versões enriquecidas surgissem.