Você com certeza já ouviu falar que comer de 3 em 3 horas é o melhor para perder peso. Mas há um estudo que contraria um pouco esta afirmação.

Na realidade o estudo foi realizado apenas com pessoas com diabetes tipo 2, e verificou a diferença na perda de peso aqueles que se alimentavam duas vezes ao dia, e aqueles que faziam 6 refeições menores diárias.

O Estudo

Uma pesquisa realizada em Praga (República Checa), e apresentada na reunião anual da ADA (Associação Americana de Diabetes), em Chicago (EUA), acompanhou 54 pacientes com diabetes tipo 2 por um período de 12 semanas.

Estudo sobre quantidade de refeiçõesEles foram divididos em dois grupos:

  • O primeiro grupo deveria fazer duas refeições diárias maiores;
  • O segundo grupo deveria comer de 3 em 3 horas, seis vezes ao dia, porém menores porções.

Primeiro os pacientes seguiram uma dieta com a mesma quantidade calórica e de macronutrientes. Depois então, eles trocaram o regime de alimentação. Quem fazia duas refeições passou a fazer 6 e vice-versa.

Eles foram corretamente instruídos a seguir a dieta de maneira correta. Receberam até mesmo tutoriais que ensinavam como compor o cardápio, e em quais horários comer. Também reuniam-se em grupo e individualmente com nutricionistas.

Conclusão

A conclusão deste estudo foi que aqueles que faziam refeições grandes apenas duas vezes ao dia perderam mais peso e apresentaram aumento na sensibilidade à insulina. Também tiveram a função das células beta do pâncreas, responsáveis pela produção de insulina, aumentada.

O estudo tambem concluiu que os pacientes com diabetes tipo 2 devem exagerar um pouco mais no café da manhã, moderar um pouco mais no almoço, e mais ainda no jantar.

Observações

Apesar do estudo e das conclusões referentes aos pacientes com diabetes do tipo 2, o endocrinologista Carlos Lerário, da Sociedade Brasileira de Diabetes faz algumas observações importantes:

  • Primeiro, deve-se levar em conta que o estudo foi realizado com poucos pacientes e com uma dieta hipocalórica, que não costuma ser usual para os pacientes diabéticos, que tem dietas geralmente recomendadas entre 1.000 e 1.500 calorias.
  • Também segundo ele, seria preciso repetir o estudo em outros países para relacionar os resultados.

De qualquer forma, o médico considera que o estudo deve ser respeitado, mesmo contrariando a recomendação de grande parte dos nutricionistas.

Via Uol

O Que Você Achou Deste Post?