Um dos momentos mais especiais da vida da mulher é quando ela se torna mãe. Entretanto, é normal surgir uma preocupação natural sobre como emagrecer amamentando.

Durante a gravidez algumas mulheres engordam mais, outras menos, e perder peso no pós-parto depende também do funcionamento do metabolismo de cada mulher.

Para perder os quilos as mais que se ganha durante a gravidez, é necessário iniciar o processo de emagrecimento o quanto antes.

Porém, há de se tomar cuidados especiais para que mamãe e o bebê continuem saudáveis.

Muitas mulheres querem saber como emagrecer sem perder seios e neste caso da amamentação isso irá ocorrer até que passe este período.

Mae-amamentando

É Possível Emagrecer Amamentando?

Sim, é possível.

O processo de amamentar o bebê é o principal meio de emagrecer no pós parto. Para produzir um litro de leite materno, a mulher queima aproximadamente 900 calorias, aliando uma dieta balanceada aos exercícios.

Como Emagrecer Amamentando?

Uma dieta pós-parto equilibrada é muito importante. Para as mamães que acabaram de ter seu bebê, a alimentação deve preservar sua saúde e auxiliar sua recuperação.

Uma alimentação saudável é aquela que preserva todos os nutrientes. Depois do cardápio preparado, contar com os ingredientes de todos os grupos alimentares. O ideal é a alimentação mais natural possível.

Se a mamãe já praticava exercícios físicos antes do nascimento do bebê, ela pode dar continuidade aos treinos assim que o seu médico lhe der autorização. Caso ela queira iniciar as atividades físicas após o parto, deve procurar um médico cardiologista para saber se está apta para iniciar os exercícios.

Dicas Para Emagrecer Amamentando

Amamente Pelo Menos Por 6 Meses

Amamentar o bebê por pelo menos os primeiros seis meses de vida dele será bom não só para a criança, como para a mãe.

O organismo se mobiliza para produzir o leite materno, e assim queima calorias e consequentemente elimina as gordurinhas extras.

Porém, no período de amamentação é comum sentir mais fome. Opte por comer mais qualidade e menos quantidade.

Beba bastante água: manter-se hidratada é fundamental para que a produção do leite permaneça suficiente. Além disso, a ingestão da água traz a sensação de saciedade.

Coma frutas e verduras, legumes e hortaliças, todas bem higienizadas e preparadas corretamente.

Sucos naturais entre uma amamentação e outra é também muito bem vindo.

Pratique Exercícios Físicos

As atividades físicas devem ser praticadas, mas dentro das reais possibilidades. Algumas mulheres se recuperam mais rápido, e outras levam mais tempo. Nada de treinos exagerados para não se cansar em excesso, pois sua prioridade maior é cuidar do bebê.

Uma boa opção é sair passeando com seu bebê. Uma caminhada empurrando o carrinho é uma forma de se exercitar, e 20 minutos de caminhada pode eliminar até 250 calorias.

Outra opção que pode auxiliar no emagrecimento durante a amamentação, é a prática de yoga e pilates, modalidades que auxiliam no emagrecimento e no reestabelecimento pós-parto.

Tenha Foco e Persistência

É preciso ter paciência, pois mesmo depois do parto o organismo ainda se encontra em desequilíbrio hormonal.

Para uma dieta mais restritiva é preciso aguardar que passem os seis meses de amamentação.

Fatores Que Atrapalham A Perda De Peso:

  • Noites mal dormidas;
  • Estresse causado pela nova rotina;
  • Cansaço;
  • Depressão pós-parto.

Emagrecer amamentando é possível, e exige foco, persistência e muita força de vontade.

Querer o corpo novamente em forma, e perder o excesso de peso adquirido durante a gestação, é compreensível e até mesmo necessário para se manter saudável. Mas não é aconselhável optar por dietas restritivas, pois você colocar sua saúde e a do bebê em risco, além de levar a diminuição da quantidade e qualidade do leite produzido.

Conclusão

  • É possível emagrecer amamentando, até mesmo por que a produção do leite materno pode queimar até 900 calorias;
  • Alimentação saudável e balanceada é essencial para manter sua saúde e auxiliar no emagrecimento;
  • Praticar atividades físicas regularmente também é essencial.