Saber como perder gordura é preciso fazer uma conta simples. É preciso gastar mais calorias do que o valor que consumimos diariamente. Isso quer dizer que é preciso diminuir a ingestão de calorias, e aumentar a freqüência de atividade física.

Mas o que mais ouvimos, tanto de especialistas quanto de amigos e professores de educação física é: “cuidado para não perder massa magra”, nem sempre o pouco peso da balança é o melhor para você.

Surge então uma dúvida em nossa cabeça: o que é a massa magra e como posso perder peso preservando-a?

Massa Magra X Massa Gorda

Como perder gordura

Antes de falar sobre como podemos perder peso sem eliminar também a massa magra, é importante explicar a diferença entre gordura e massa magra, e porque esta última é tão importante para o processo de emagrecimento.

“Massa gorda” é tudo aquilo que conhecemos como tecido adiposo, que nada mais é do que a gordura presente em nosso corpo ou as células que podem causar uma série de doenças cardiovasculares e até mesmo problemas no fígado, entre outros.

Já a massa magra é tudo o que está isento da gordura. Mas massa muscular é apenas a quantidade de músculos que temos em nosso corpo, por isso o importante é não confundir as duas.

[Ver Também:  Dicas Gracyanne Barbosa- Ganhar Massa Magra]

Quando A Massa Muscular Aumenta?

A nossa síntese de proteínas, responsável pelo aumento do músculo, nada mais é do que a conseqüência de uma boa malhação. Com ela, acabamos “lesionando” nossas fibras musculares, que no processo de “regeneração” se tornam cada vez mais fortes e maiores.

Isso, na verdade é um dos maiores cuidados que um atleta toma na musculação, já que a alimentação errada ou a carga errada de exercícios físicos podem criar um processo inverso, e aí você acaba perdendo também esta massa quando emagrece.

Esse aumento da massa muscular causa um grande benefício para nosso organismo: quanto maior a quantidade de músculos, mais gordura você vai queimar. Por isso, mesmo que a massa muscular seja mais densa e pese mais em nosso corpo (o que pode dar a impressão de que não estamos emagrecendo, ou melhor, perdendo peso como gostaríamos), ela permite que você queime gordura de forma mais efetiva e ainda torneia o seu corpo, diminuindo as medidas.

Para que isso aconteça é preciso que você tenha alguns cuidados, principalmente na hora de realizar exercícios aeróbicos, isso porque se você o fizer em uma freqüência cardíaca muito alta, acabará queimando gordura e diminuindo os músculos. Isso acontece por conta do nosso glicogênio muscular, que ao se esgotar para de queimar gordura e passa a queimar massa muscular (para saber mais, visite o post Potencialize Seus Treinos Controlando Seu Coração).

Você também deve ficar atento à freqüência de seus treinos, isso porque para uma pessoa que acabou de começar na malhação, três vezes na semana já é o suficiente. Basta focar na intensidade e disciplina, e esquecer aquela máxima que diz que quanto mais você malha, maior fica.

Além disso, é preciso também tomar cuidado com sua dieta, comer a cada três horas, evitar a ingestão de açúcar e gordura, e fazer o uso de três porções de proteínas ao dia. Durante os lanches que ocorrem entre as refeições, é importante também optar por alimentos mais saudáveis, que tenham uma quantidade pequena de proteína e carboidratos.

O sono também tem papel importante nesse processo. Quem dorme mal desliga genes importantes para a reconstrução muscular, e pode acabar perdendo essa massa com maior facilidade.

Por isso, é importante ficar atento a todos esses itens citados, e se lembrar que o ganho de massa muscular auxilia a perda de peso, desde que você saiba como aproveitar bem a sua rotina.