Saiba como tratar gastrite, doença que pode ser ocasionada de diversas formas.

De acordo com estudiosos da USP, a Gastrite é um mal que já atinge mais de 60% da população brasileira. Trata-se de uma inflamação crônica ou aguda que acontece no muco que reveste toda a parede interna do estômago. O problema é que essa inflamação não tem apenas uma causa e, por isso, é preciso muita atenção na hora de diagnosticar o problema.

A principal causa da gastrite está relacionada a uma bactéria que recebe o nome de Helicobacter pylori, conhecida também como H. pylori. Ela é resistente ao ambiente ácido do estômago, e é presente em muitos casos da doença, mesmo ainda não estando completamente associada à gastrite.

Tratar gastrite

Além disso, as causas podem ser as mais variadas, e normalmente estão ligadas ao tipo de gastrite que o paciente apresenta.

Ou seja: os pacientes com gastrite crônica tem o estresse, o consumo de café e também o tabagismo com as principais causas da enfermidade.

Já quem tem gastrite aguda, é normalmente acometido pela doença devido ao uso excessivo de medicamentos como os anti-inflamatórios, assim como o ácido acetilsalicílico, além do consumo em exagerado de bebidas alcoólicas. Mas há também os pacientes que possuem a gastrite autoimune, na qual o corpo produz anticorpos que agridem o próprio organismo.

A gastrite também pode ser causada por dietas restritivas, que reduzem demais o consumo de certos alimentos. Dessa forma, o estômago passa uma boa parte do dia vazio, mas a produção do suco gástrico não cessa. Como não há alimento no qual o suco gástrico possa trabalhar, ele acaba ficando em excesso na parede do estômago, que passa a sofrer um processo de inflamação mais agudo, e que pode causar dor e outros sintomas desagradáveis da gastrite.

Tratamento Da Gastrite

Com uma ampla gama de possibilidades no diagnóstico, o modo de como tratar gastrite deve ser avaliado pelo médico após alguns exames necessários, sendo o principal deles a endoscopia.

Como Tratar Gastrite Com Presença De H. pylori

Por isso devemos associar o modo de como tratar a gastrite de acordo com a sua causa. Por exemplo, pacientes que possuem a bactéria, devem primeiro fazer um tratamento que acabe com a H.pylori, para só depois ter a certeza de como tratar gastrite de forma eficiente.

Para isso, uma medicação oral é ministrada pelo médico, e o paciente deve evitar o consumo de bebidas alcoólicas e de medicamentos como os anti-inflamatórios e o ácido acetilsalicílico.

Como Tratar Gastrite Crônica

Já o tratamento para a gastrite crônica e aguda se difere apenas se o paciente não possuir a bactéria. Isso porque nesses casos o tratamento é mais rápido e eficiente, e o médico também acaba ministrado medicamentos orais, assim como alguns cuidados na alimentação.

Tratar Gastrite Com A Alimentação Certa

As pessoas que sofrem com a doença, seja ela crônica ou aguda, devem ficar também atentos à sua alimentação. É preciso ter em mente que existem alguns alimentos tidos pelos especialistas como boas alternativas na hora de descobrir como tratar gastrite.

Entre eles estão a gelatina, uma importante fonte de proteínas, carboidratos e também de gordura, sendo que esses dois últimos nutrientes são absorvidos pelo estômago, e dessa maneira ajudam a combater a inflamação da mucosa que reveste as paredes internas do órgão. Já a batata também é benéfica para o nosso estômago, porque possui propriedades que ajudam a parar o processo inflamatório.

Além disso, os alimentos podem ainda ajudar a recuperar o estômago quando o processo inflamatório já foi tratado, como acontece com o ovo, que é uma importante fonte de zinco e que ajuda na reparação da mucosa.

Para tratar a queimação, o pão integral é um grande aliado para os pacientes, já que é o responsável por controlar os níveis de ácido clorídrico, responsável pela sensação de queimação.

Medicamentos Para Tratar A Gastrite

Como vimos, é importante frisar que não existe apenas um modo possível para informar como tratar gastrite. Por isso, cabe ao médico avaliar as condições de cada paciente antes de medicá-lo.

Normalmente o tratamento é feito com um antibiótico e um medicamento específico para o estômago, mas há também pessoas que precisam utilizar antiácidos, IBP (inibidores de bomba de prótons) e antagonistas H2.