Um médico decidiu investigar, na prática, a dieta da carne, e verificar em si mesmo que impactos a carne realmente teria em seu corpo.

A reportagem é da BBC, e o médico que se propôs a testar na prática os efeitos da carne em seu corpo, foi o britânico Michael Mosley, para o programa BBC Horizon.

Para se concluir e melhor medir os impactos de um alimento à saúde das pessoas em geral, o ideal é que sejam realizados estudos com grandes grupos de pessoas e com dietas variadas.

Dieta da Carne

dieta-da-carne

Michael Mosley realizou visitas a diversos especialistas antes de iniciar a dieta da carne.

Ele adotou uma dieta com consumo de 130 gramas de carne por dia, o dobro do que costumava comer, incluindo sanduíches de bacon e hambúrgeres.

Dieta da Carne – Conclusão

Michael Mosley, após a dieta da carne, concluiu que o consumo maior de carne processada trouxe aumentos negativos em seu corpo, além do ganho de peso e aumento da pressão sanguínea e do colesterol.

Comer Carne Faz Mal? – Estatísticas

Veja abaixo algumas estatísticas relacionadas ao consumo da carne:

  • Os dados dos estudos já realizados para avaliar os riscos que o consumo de carne apresenta, mostraram que, em tese, a cada sanduíche de bacon que você come, você perde uma hora de vida, ou, em média, dois anos a menos do que uma pessoa que não come sanduíche de bacon.
  • Há um risco 20% maior de morte pelo consumo de carne processada.
  • Estudos mostraram que o consumo de carne vermelha em grande quantidade aumenta o risco de mortalidade e a incidência de câncer, e doenças cardiovasculares.
  • Pesquisas do Centro de Investigação Europeia Prospectiva em Câncer e Nutrição, onde foram observadas meio milhão de pessoas em dez países por mais de 12 anos, mostraram que quantidades moderadas de carne vermelha não causam efeitos na mortalidade. Os menores índices de mortalidade incidiram sobre as pessoas que consumiam cerca de 80 gramas de carne por dia, apresentando um aumento do risco para consumos de 160 gramas.

A carne vermelha também tem seu lado positivo. É grande fonte de proteínas e nutrientes essenciais, como o ferro e a vitamina B12, essenciais à saúde.

Riscos do Consumo de Carne Processada

Muitos estudos mostram que o consumo de carne processada impacta em efeitos negativos à saúde, e o consumo superior a 40 gramas diárias leva a aumento da taxa de mortalidade.

Porém, especialistas apresentam diferentes opiniões a respeito do assunto, e a ciência ainda está longe de se consolidar.