A dieta da papinha é mais uma que se tornou sucesso, principalmente nos Estados Unidos, após algumas celebridades confirmarem que tiveram esta dieta para emagrecer em sua rotina por algum tempo.

Famosas como a Madonna e a Lady Gaga foram algumas das adeptas.

Ela teve início com o famoso treinador Tracy Anderson, com o truque de cortar calorias e controlar porções, substituindo uma ou duas refeições, ou lanches por dia, com a papinha de bebê – frasquinhos com cerca de 20 a 100 calorias.

Dieta da Papinha – Como Funciona

Emagrecer comendo papinha

Essa dieta, como o próprio nome já diz, tem como base se alimentar de papinhas de bebê! Engraçado, mas é isso mesmo.

Ela tem duas versões. A primeira versão da dieta da papinha utiliza-se do truque de Tracy Anderson, na qual você substitui uma ou duas refeições, ou lanches por dia, com um frasco de papinha de bebê em cada.

A outra versão consiste em em se alimentar com 14 papinhas de bebê por dia, um potinho por hora, e a noite jantar normalmente, mas sem exageros.

As papinhas devem ser sem glúten, então certifique as embalagens.

Dieta da Papinha e suas Vantagens e Desvantagens

A dieta da papinha pode levar a perda de peso sim.

Porém, ela oferece algumas desvantagens que podem ser desastrosas:

  1. O gosto: Ter que comer papinha de bebê o tempo todo não deve ser nada agradável.
  2. O preço: um potinho de papinha custa em média R$4,00. Se você comer 14 potinhos por dia, será um gasto de R$ 56,00 POR DIA.
  3. Pode causar prisão de ventre, fraqueza e tontura.
  4. Se fizer a dieta da papinha por um longo período, pode ocasionar em desnutrição.

A nutricionista no vídeo abaixo indica apenas substituir uma refeição ou outra pela papinha, com alguma fibra.

Reportagem Sobre a Dieta da Papinha

Dieta da Papinha – Versão Saudável

O site Boa Forma formulou uma versão mais saudável da dieta da papinha. Veja abaixo o cardápio completo:

Café da manhã

1 xícara de chá vermelho + uma das opções:

  • ½ papaia com 1 colher (sobremesa) de farinha de linhaça + omelete de 1 clara de ovo.
  • 1 xíccara de quinua em flocos com 4 morangos + 1 copo (pequeno) de leite de baixa lactose com 1 colher (sobremesa) de albumina sem sabor, e dissolvida.
  • 1 fatia de pão sem glúten com pasta de soja e tomates secos e 3 fatias de peito de peru + 1 pera.
  • 1 fatia média de melão com 3 fatias de presunto + 1 iogurte de soja.
  • 1 copo de suco de tomate + 1 fatia de pão de quinua germinada sem glúten com 1 colher (sopa) de tofu temperado.

Lanche da manhã e da tarde

Apenas nos lanchinhos intermediários, entre o café da manhã e o almoço, e o almoço e o jantar é que entra a papinha de bebê:

1 papinha de bebê (de 150 calorias) + 1 xícara (chá) de gengibre, chá verde ou chá branco.

Almoço

Escolha uma opção:

  • 2 colheres (sopa) de cenoura ralada com tomates-cereja picados + 1 posta média de peixe grelhado com alecrim + 1 prato de folhas verde-escuras com palmito, pepino, brócolis refogados e azeite.
  • 2 colher (sopa) de abóbora refogada + 1 filé médio de carne de soja + 1 prato de folhas verde-escuras com brócolis refogados + tomate, brotos de feijão e azeite.
  • 1 colher (servir) de inhame refogado + 1 concha de cubinhos de frango com pimentões e couve-flor + agrião refogado.
  • 3 canoinhas de abobrinha com carne moída de frango, salsinha, pimentões coloridos picados + 2 colheres (sopa) de arroz integral com brócolis.
  • 1 berinjela média recheada com carne moída de soja + 1 prato de folhas verde-escuras com palmito, pepino, tomate + 2 colheres (sopa) de cenoura ralada, brócolis refogado e azeite.

Jantar

1 prato de sopa + 1 concha de carne moída de soja ou frango desfiado ou carne moída de frango ou 2 ovos cozidos picados sem a gema.