Descubra neste post se a dieta do sangue é verdadeira, ou se não passa de um mito. Entenda como ela funciona, e veja um estudo que testou a sua eficácia.

Esta dieta, também conhecida como a dieta do tipo sanguíneo ficou conhecida não só no Brasil, mas em outros países, e até em Beverly Hills (Estados Unidos).

Mas o que você acha? Será que uma dieta que leva em consideração o tipo sanguíneo de cada pessoa, e a partir daí seleciona quais alimentos são os menos e os mais indicados funciona mesmo? Confira…

dieta-do-sangue

Como Funciona a Dieta do Sangue

A dieta do sangue consiste no seguinte: cada tipo sanguíneo determina um cardápio diferente. Veja abaixo alguns alimentos mais e os menos indicados para cada um.

Tipo A

Alimentos Mais Indicados

  • Verduras;
  • Óleos vegetais;
  • Grãos a base de soja;
  • Abacaxi.

O Que Evitar

  • Carne;
  • Feijão;
  • Derivados do leite.

Tipo B

Alimentos Mais Indicados

  • Derivados do leite com baixo teor de gordura (por exemplo: iogurte e leite desnatado);
  • Ricota;
  • Queijo light;
  • Verduras;
  • Banana;
  • Mamão;
  • Chás.

O Que Evitar

  • Amendoim;
  • Milho;
  • Trigo;
  • Gergelim;
  • Lentilha.

Tipo AB

Alimentos Mais Indicados

  • Vegetais;
  • Iogurte;
  • Derivados do leite;
  • Queijo de soja;
  • Frutas.

O Que Evitar

  • Derivados do trigo;
  • Biscoitos, macarrão, pães e bolos.

Tipo O

Alimentos Mais Indicados

  • Brócolis;
  • Peixes e frutos do mar;
  • Algas;
  • Espinafre;
  • Couve-manteiga;
  • Carne bovina ou de cordeiro.

O Que Evitar

  • Lentilha;
  • Feijão;
  • Derivados do trigo;
  • Couve-flor.

Dieta do Sangue é Verdade Ou Mito?

Foi realizado um estudo no Canadá, por pesquisadores da Universidade de Toronto, para determinar a eficácia da dieta do sangue, ou desmascará-la.

Neste estudo, foram observadas 1455 pessoas.

A conclusão foi que a dieta do sangue foi que é um mito, e não foi encontrada nenhuma evidência que apoie sua teoria.

A forma como um indivíduo reage a qualquer uma das dietas, não tem qualquer relação com o seu tipo de sangue.

Fonte: O Globo