Eletrolipoforese é o nome do tratamento estético que promete dar fim a um dos principais vilões do emagrecimento: a gordura localizada. A técnica ganha cada vez mais adeptos em todo o país e promete ser uma revolução na estética.

Se você deseja emagrecer, ou já está em processo de emagrecimento, sabe que as gordurinhas localizadas são a parte que mais nos atormentam. Isso porque elas são difíceis de combater e normalmente requerem mais cuidado e atenção na hora de malhar.

Mesmo sendo uma técnica pouco invasiva, a Eletrolipoforese não funcionará com eficiência sem dieta e atividade física.

O que é Eletrolipoforese?

Também conhecida como eletrolipólise, a Eletrolipoforese nada mais é do que uma técnica de queima de gordura localizada, e que ainda promete acabar com a celulite. Para tanto, ela requer a aplicação de uma pequena corrente elétrica (que não passa dos 25 Hz) e que age diretamente nas células de gordura localizada.

Eletrolipoforese

Isso acontece porque essa corrente elétrica consegue estimular o que chamamos de metabolismo celular, fazendo com que as células de gordura se agitem e se destruam com mais facilidade. Além disso, a técnica também promove o trofismo muscular, que nada mais é do que a troca de metabolismo que acontece por dois tecidos.

Como funciona

Para realizar a técnica, o profissional faz uso de agulhas de acupuntura de no máximo 15 centímetros de comprimento e 0,3 milímetros de diâmetro, sendo elas sempre materiais descartáveis depois de cada aplicação.

As agulhas são colocadas no tecido subcutâneo, e funcionam como eletrodos que criam uma corrente elétrica entre si. Essa corrente faz com que as células de gordura percam sua principal capacidade, a de reter lipídeos, que acumulados formam nossa gordura localizada. Esse processo faz com que essa célula se rompa, e que a gordura seja eliminada pelo nosso corpo de forma mais rápida.

O procedimento também acelera o sistema linfático e o circulatório, e faz até mesmo com que edemas sejam reduzidos de forma mais eficiente. A técnica não é dolorosa, devido as agulhas finas similares as da acupuntura.

Já para quem realizar a Eletrolipoforese para a eliminação da celulite, as agulhas são substituídas por eletrodos de silicone, que são colocados na mesma distância que as agulhas, a pelo menos 5 centímetros uma da outra.

Benefícios da Eletrolipoforese

Entre os principais pontos positivos da técnica está a queima de gordura, a eliminação de toxinas e também a queima das celulites. Além disso, ela estimula o intestino, aliviando a prisão de ventre.

A região ainda conta com um aumento de colágeno e elastina, que favorece a firmeza da pele; a oxigenação dos tecidos; a tonificação das estruturas da região e também uma melhora no chamado volume corporal.

A sessão dura em média apenas 50 minutos, e deve ser realizada somente uma vez na semana. O tratamento mínino é o de 5 sessões, e o máximo pode alcançar até 10 sessões ininterruptas.

Avaliação e contraindicações

Antes de realizar uma sessão do tratamento estético, o profissional deve observar se você possui alguma condição que não permita o uso de corrente elétrica, se a região apresenta cicatrizes, se você possui problemas renais ou circulatórios, e se existe algum processo alérgico ou inflamatório na região, depilação recente ou queimaduras de sol.

Não podem recorrer à Eletrolipoforese pessoas com Epilepsia, mulheres grávidas, cardíacos ou portadores de marca-passo, pessoas que tenham prótese metálica, neoplasia ou que apresentem quadros infecciosos.