Um estudo realizado por cientistas da Universidade Estadual de Ohio (EUA) verificou se o estresse engorda no caso das mulheres.

Afinal, o número de mulheres com altos níveis de estresse é maior do que o de homens. Além disso, alterações hormonais, jornadas duplas (trabalho, casa), também podem contribuir para este quadro.

É bastante comum mulheres estressadas confessarem que o stress aumenta a vontade de comer, e muitas vezes ocasiona em ataques noturnos à geladeira, a procura principalmente de doces.

stress e o ganho de peso

Veja Também: Programa de Emagrecimento Corpo de 21 [para MULHERES]

Estudo Comprova Que Estresse Engorda

A pesquisa realizada por cientistas da Universidade Estadual de Ohio (EUA) observou 58 mulheres com idade média de 50 anos. Elas tiveram que responder a questionários e passaram por avaliações psicológicas.

A alimentação deveria ser rica em gorduras (930 calorias, 60 gramas de gordura).

Após, seriam medidos o metabolismo e os valores sanguíneos.

Conclusão

  • O estudo concluiu que as voluntárias que passaram por estresse no dia anterior àquela refeição queimaram cerca de 104 calorias a menos pelo período de sete horas após.
  • Os níveis de insulina destas mulheres que haviam passado pelo estresse atingiu picos bem altos. Com as mulheres que não passaram por nenhuma situação estressante, ocorreu o contrário, e os níveis de insulina caíram.
  • Já as participantes que apresentavam quadros de depressão, apresentaram o pico mais alto de triglicerídeos.

De acordo com o endocrinologista e nutrólogo Joffre Nogueira Filho, especialista em obesidade, o aumento da insulina no período de 7 horas após o estresse acarreta no armazenamento mais rápido dos alimentos ingeridos pelo organismo.

Além disso, a refeição foi controlada e padronizada, e os estudiosos acreditam que “na vida real”, a ingestão de calorias teria sido muito maior e de pior qualidade, resultando em um maior ganho de peso.

Com base nesta pesquisa, este tipo de experiência de estresse engorda, e acarretaria no ganho de 5kg ao longo de um ano, apenas devido ao stress.

Fonte Estadão