Sabia que há uma forma de ver tv que ajuda a “desconectar” a gula. E não sou eu que estou dizendo. A informação é com base em um estudo da Universidade de Uppsala, na Suécia.

Os pesquisadores analisaram o comportamento de mulheres enquanto comiam e viam tv.

Eles puderam concluir que quanto mais envolvida com o que estava passando na tv a mulher estivesse, menor era o risco de ter um ataque de gula, e atacar a geladeira.

Programas chatos

As participantes comeram 52% mais durante um programa avaliado como chato. A tendência foi escolher guloseimas em vez de alimentos saudáveis.

Essa é uma forma de aliviar o tédio sem saborear e ter prazer com o alimento.

Comer na frente da tv

Além do mais, comer na frente da televisão faz com que o sinal de saciedade passe despercebido, diz a nutricionista Liane Schwarz Buchman, da clínica BodyHealth (São Paulo). E quanto menos saciado você estiver, maior será a fome ou a vontade de comer.

Mas muita gente não tem muito tempo livre, e acaba aliando a programação que gosta com a hora da refeição.

Pois é, quem diria que ver tv poderia estar envolvida em algum tipo de dica de emagrecimento.

A escolha do programa

Então, se comer na frente da telinha é inevitável para você, tente ao menos escolher um programa que realmente seja prazeroso de assistir, e evite que a gula te pegue.

Para os petiscos, prefira legumes em palitos, pipoca com baixo teor de gordura e biscoitos integrais, e não se esqueça de atentar-se ao tamanho da porção.

Como deixar de ser guloso

Estas são dicas bem práticas e fáceis e seguir para deixar de ser guloso.

Gula
Mulher se lambuzando de mel

Troque os alimentos

Faça uma reeducação alimentar que te ajude a comer as coisas certas.

Os carboidratos refinados fazem parte da dieta da grande maioria das pessoas. É o tipo de comida mais fácil de ser encontrado nos mercados, padarias, mercearias e etc.

É um macronutriente que garantir pouquíssima saciedade.

Erro comum

Este é um erro bem comum de pessoas que querem emagrecer:

Escolhem alimentos com pouca gordura, mas que são ricos em carboidratos, como os cereais e biscoitos.

Apesar de terem poucas calorias, eles tem poucos nutrientes, e não te fazem sentir satisfeito.

O carboidrato certo

Prefira alimentos que sejam fontes de carboidratos complexos, como por exemplo a aveia e a quinoa que são ricos em fibras.

Proteína

Também é importantíssimo adicionar proteinas á alimentação. A proteína é um macronutriente que garante saciedade. Exemplos:

  • Ovos;
  • Tofu;
  • Lentilha;
  • Frango;
  • Peixe.

Gordura

Muita gente acha que a gordura está totalmente fora de uma alimentação saudável, o que é um grande engano.

Você também precisa de fontes de gordura saudável, como:

  • Manteiga de amendoim;
  • Nozes
  • Abacate;
  • Azeite de oliva.
  • Outras dicas
  • Muito conhecidas, mas muito importantes:
  • Dormir bem;
  • Beber muita água;
  • Reduzir o stress.