O hipotireoidismo é um problema causado quando a glândula tireóide não produz hormônios suficientes para o bom funcionamento do organismo.

Sintomas Do Hipotireoidismo

Hipotireoidismo

Os sintomas do hipotireoidismo variam muito e dependem também de cada indivíduo, principalmente em casos mais graves.

Em alguns casos os sintomas do hipotireoidismo levam anos para começar a dar sinais.

Na primeira fase da doença, os sintomas do hipotireoidismo na maioria das vezes nem é notado, porém com o tempo e alterações cada vez maiores e marcantes no metabolismo, os sintomas da doença começam a ficar cada vez mais evidentes e é apenas neste momento que a maioria das pessoas procura o médico.

  • Fadiga;
  • Prisão de ventre;
  • Sensibilidade ao frio;
  • Ganho de peso inexplicável;
  • Inchaço do rosto;
  • Pele ressecada;
  • Fraqueza muscular;
  • Queda de cabelo;
  • Rouquidão;
  • Colesterol alto;
  • Ritmo cardíaco mais lento;
  • Dores, rigidez e sensibilidade dos músculos;
  • Problemas de memoria;
  • Depressão;
  • Entre outros.

Quais São Os Principais Fatores De Risco Do Hipotireoidismo?

Qualquer pessoa pode ter desenvolver hipotireoidismo. Entretanto algumas fazem parte do grupo de risco, em que estão mais sujeitas a desenvolver o problema:

  • Ser mulher;
  • Ter 60 anos ou mais;
  • Sofrer de alguma doença autoimune;
  •  Histórico familiar de doenças autoimunes;
  • Passar por sessões de radioterapia;
  • Uso de medicamentos que podem afetar a produção dos hormônios da tireóide;
  • Passou por alguma cirurgia da tireóide;
  • Durante a gravidez ou até 06 meses depois do parto.

O hipotireoidismo se caracteriza pela disfunção da tireóide, o que acarreta na queda de produção dos hormônios T3 e T4.

Recém-nascidos podem apresentar o quadro de hipotireoidismo congênito. O bebê precisa iniciar o tratamento de imediato, para evitar maiores problemas como o retardo mental.

Já nos adultos na maioria das vezes o hipotireoidismo geralmente é causado por uma inflamação conhecida como Hipotireoidismo Hashimoto.

Caso o hipotireoidismo não seja tratado de maneira correta pode trazer a redução do desempenho mental e físico no indivíduo adulto. Causa também elevação das taxas de colesterol aumentando consideravelmente os riscos de problemas cardíacos.

Tratamento do Hipotireoidismo

O tratamento do hipotireoidismo é feito com o uso de medicamento diário de uma substancia denominada como levotiroxina, que deve ser prescrita pelo seu médico. Seus comprimidos são em microgramas entre 25 e 200.

Por não ser ministrado em miligramas, este medicamento não deve ser manipulado, pois a chance de erro na dosagem é muito grande.

Para que a glândula tireóide retome as suas funções normais é necessário ingerir o medicamento em jejum, logo após o despertar, preferencialmente no mesmo horário, todos os dias da semana.

Só permitida à ingestão de alimentos 30 minutos após o uso do medicamento, para que os alimentos não prejudiquem ou eliminem as propriedades da levotiroxina.

O hipotireoidismo pode ocorrer por um curto período conhecido como agudo ou por período longo conhecido como crônico.

Busque Auxílio Médico:

Se você está se sentindo cansado ou apresentando sinais de fadiga sem esforço extra, ou apresentar qualquer um dos sintomas relatados acima, busque auxilio médico.

Quanto antes você buscar o tratamento correto, mais rapidamente vai iniciar o uso dos medicamentos necessários.

Caso tenha feito alguma cirurgia na tireóide é necessário o acompanhamento médico frequente, para constatar o funcionamento da glândula tireóide.

O tratamento correto da tireóide prescrito pelo seu médico é fundamental para o controle da taxa do mau colesterol, prevenindo assim doenças cardiovasculares.

Se você já iniciou seu tratamento e está fazendo o uso do medicamento para controle hormonal, o acompanhamento periódico do seu médico é fundamental.

Com o passar do tempo a dose do medicamento pode mudar, devido à reação do seu organismo ao tratamento.