Lucilia Diniz é uma escritora e empresária brasileira, que investiu numa marca própria de alimentos, após passar por um processo de emagrecimento, que mudou radicalmente a sua aparência!

Aos 38 anos, Lucília chegou a pesar 120kg. Mas deu a volta por cima, perdeu peso e hoje apresenta-se magérrima.

Resumo
No post de hoje

Entenda neste post como foi todo esse processo de emagrecimento.

Vamos ainda mostrar um vídeo de uma matéria, onde um médico explica o porquê fica mais difícil manter o peso conforme a idade aumenta.

Veja também dicas simples para reduzir as suas dificuldades, e confira os top 3 alimentos para perder peso de hoje! Tenho certeza que você já deve ter pelo menos um deles em casa!

Como tudo começou

Ao atingir 120kg, Lucilia Diniz, com 38 anos na época, resolveu iniciar o seu processo de emagrecimento.

Ela confessa que estava vivendo um verdadeiro caos. Apesar de tentar dizer para si mesma que estava tudo bem, e que estava feliz assim, na prática isso não funcionava muito bem.

Luta pela perda de peso
A luta para emagrecer

O sobrepeso a impedia até mesmo de tarefas mais simples, como brincar com os filhos no chão por exemplo, dentre outros desconfortos que esta situação traz a qualquer pessoa.

Além disso, sua autoestima estava totalmente fragilizada.

Além do que, ser a única gordinha da família também a estava deixando bastante frustrada.

Foi então que ela resolveu mudar a situação, e travar uma batalha contra a balança

Emagrecimento de Lucilia Diniz

Lucilia trava uma batalha contra a balança, e descobre que consultar-se com médicos, nutricionistas, fazer visitas ao SPA, não estava sendo suficiente.

O emagrecimento de Lucilia Diniz
Lucilia Diniz antes e depois do emagrecimento

Era preciso uma boa dose de atitude!

E foi então que ela começou a trabalhar isso também de dentro para fora. E foi a sua determinação que a fez realmente alcançar a sua meta de perda de peso.

Ela tentou uma série de dietas e regimes, mas preferiu investir em uma boa reeducação alimentar.

Passou então a ter maior consciência de várias coisas:

  • Do que estava se alimentando;
  • De como estes alimentos agiam em seu corpo;
  • E de como ela poderia usar isso a seu favor.

Após dois anos e meio, ela conseguiu eliminar 60 kg.

Mas isso não beneficiou apenas a sua aparência. E sim trouxe uma série de benefícios para sua saúde.

quero perder peso
Foto ilustrativa

A mudança radical na aparência a tornou ainda mais famosa ao compartilhar algumas informações a este respeito na internet.

Ela afirma que os maiores responsáveis pela perda de peso foram sua determinação, motivação, força de vontade e atitude!

Sendo realista, ela diz que não é fácil, mas também não é difícil! Começar é preciso e talvez o passo mais demorado de se dar.

Iniciar um novo cardápio ás vezes requer um pouco de paciência.

Mas depois que você abre a cabeça e resolve começar, tudo flui muito mais facilmente.

Fica mais difícil com a idade

Essa é uma matéria pra desvendar como o desafio para manter a forma aumenta conforme a idade.

Idade e emagrecimento
O fator idade

Um médico irá explicar o porquê isso acontece, e dar dicas do que fazer para enfrentar estas dificuldades da melhor forma.

Emagrecer depois dos 30

Algumas pessoas foram entrevistadas, para mostrar suas experiências pessoais.

A primeira entrevistada, conta que quando ouvia que emagrecer após os 30 anos era mais difícil, ela duvidada.

E só percebeu que era realmente verdade, quando alcançou essa idade, e acabou enfrentando uma grande dificuldade para perder os 35 quilos que engordou durante uma gestação.

Ela passou de 60 para 95 kg naquele período.

Após o nascimento de sua filha, acabou perdendo 10kg, mas não conseguia eliminar os outros 25 kg que havia engordado.

As dificuldades foram além dos números a mais na balança. Como educadora física, estar em forma seria um importante cartão de visitas para atrair clientes.

Entrou num processo de diversas tentativas aleatórias para perder peso. Iniciou um ciclo compras de todo tipo de produto para emagrecimento, como cápsulas e chás famosos.

Mas nada daquilo dava resultado.

Foram 11 anos nesta batalha. Enfrentando o efeito sanfona (quando consegue emagrecer, e logo em seguida engorda de novo, e isso se torna um ciclo).

Terceira idade

A segunda entrevistada, tem 67 anos e conta como ela está conseguindo se manter em forma e dentro do peso ideal.

Ela também percebeu que com o avanço da idade, perder peso foi ficando mais difícil.

Passou então, a adotar medidas que tornariam possível manter a forma mesmo na terceira idade.

Veja quais foram as atitudes que ela tomou para isso:

  • Comer de 3 em 3 horas;
  • Tornou-se bem vigilante a respeito de cada alimento que comia;
  • Alimentação balanceada;
  • Exercícios físicos.

Um segredinho que ela contou, e que acredita também ter sido de grande ajuda para manter os quilos a mais bem longe, foi que ela costuma comer uma fatia de abacaxi e uma taça de vinho antes do almoço, todos os dias.

Homens X Mulheres

O homens também enfretam maiores dificuldades para emagrecer conforme a idade.

Mas as mulheres tem ainda mais dificuldades do que os homens.

Nelas, a gordura se acumula mais facilmente.

Há ainda o fator tireóide, que produz T4 e T3, que aumenta a velocidade do metabolismo, que são reações químicas que mantém a nossa vitalidade. E com a idade, a produção destes hormônios tende a cair.

Também há no ovário, a produção de estrógeno e progesterona, que cai muito rápido após os 40 anos, fazendo com que a mulher tenha uma pré-disposição em acumular gordura localizada, normalmente ao redor da barriga, culotes e braços.

Outro fator muito importante é a genética.

Os homens tendem a ter maios musculatura, devido à testosterona, assim como uma maior queima calórica em relação à mulher.

Então, a resposta à pergunta se mulheres tem mais dificuldades em emagrecer que os homens, é sim!

Dicas do doutor

O doutor entrevistado nesta matéria, deu algumas dicas importantes para que a idade não represente um problema muito grande pra você que quer emagrecer.

  • Aumentar a musculatura: Quanto mais músculos no corpo, maior será a queima calórica.
  • Mastigação: mastigar mais devagar vai fazer com que os alimentos sejam melhor processados em seu estômago. E além disso, vai aumentar a sua saciedade.
  • Tomar mais água: dica que está sempre presente, e parece que até virou clichê, mas na verdade, a repetição só demonstra o tamanho de sua importância.
  • Tenha o açúcar como um grande inimigo.
  • Troque as farinhas brancas pelas integrais, que tem importantes benefícios nutricionais.

Top 3 alimentos

Estas foram as sugestões de melhores alimentos que emagrecem que o doutor deu na matéria.

1º Óleo de coco

óleo de coco
Óleo de coco em primeiro lugar

Este óleo promove a aceleração do metabolismo, que são importantes reações químicas que mantém a nossa vitalidade.

É uma ótima fonte de gordura boa, que retarda o esvaziamento gástrico, aumenta a saciedade, e diminui a fome!

Ainda pode ser usado como óleo de cozinha. Sua grande vantagem em relação a outros óleos, é que ele não se altera quando aquecido.

2º Couve

Suco desintoxicante
A couve melhora a pele

A couve reduz o inchaço e ainda melhora a textura da pele!

Rica em minerais como cálcio e ferro, ajuda a prevenir e combater problemas do fígado e estômago.

Tem ação desintoxicante, que ajuda a eliminar substâncias tóxicas do organismo.

3º Quinoa

Semente de quinoa
A quinoa te faz sentir mais cheio

Importante fonte de nutrientes, a quinoa aumenta a saciedade, devido ao alto teor de proteína e fibra que contém.

Pode ser um grande aliado daqueles que praticam atividades físicas.

Dia do lixo

Falando sobre o famoso dia do lixo, fica clara a importância de se pensar no longo prazo.

Não adianta achar que um sorvete hoje não trará consequências mais pra frente.

Então, um belo exemplo é com relação á sobremesa. Ao invés do sorvete, prefira frutas.

E com o tempo, estas trocas inteligentes vão ficando cada vez mais fáceis. Ao incluí-las no dia a dia, vão se tornando cada vez mais naturais.

Conte nos comentários se você também acha que é mais difícil emagrecer conforme a idade aumenta?