Quando mencionamos que óleo de coco emagrece, muitas pessoas desconfiam da afirmação. No entanto, a confusão é até entendível, já que 100 gramas do óleo tem 862 calorias, 86g de gordura saturada, 6g de gordura monoinsaturada e 1,8g de poliinsaturada.

Mas se é tão calórico, como o óleo pode me ajudar a emagrecer?

Óleo de coco

Para responder a essa pergunta, a Universidade de Columbia, nos Estados Unidos, decidiu realizar uma pesquisa adicionando o alimento às refeições de uma parcela dos participantes do estudo. Os resultados impressionaram, além de perder peso de forma mais significativa, eles ainda conseguiram eliminar uma quantidade 7 vezes maior de gordura localizada na região do abdômen do que os participantes que não fizeram o uso do óleo de coco.

É Calórico, Mas Óleo De Coco Emagrece

Os estudos revelaram que a gordura presente no óleo de coco retarda algo muito importante para quem quer emagrecer: o esvaziamento do suco gástrico, fazendo assim com que a pessoa sinta menos fome e possa se sentir saciada por mais tempo do que se não o consumisse.

Ele pode ser encontrado de duas maneiras: o extravirgem e o refinado, ambos são extraídos do fruto que consumimos muito no verão. A diferença é que o refinado é retirado quando o coco está seco e o extravirgem quando ele ainda está fresco, ou seja, como vemos nas praias e coqueiros pelas orlas brasileiras.

O óleo de coco pode ser encontrado na forma líquida, seu estado natural, mas quando resfriado, toma uma forma esbranquiçada e sólida, muito usada até mesmo na fabricação de bolos.

Consumido por celebridades e modelos internacionais, são atribuídos a ele a perda de peso rápida e a manutenção de um corpo mais enxuto e seco. Para isso, basta consumir uma colher do alimento, durante as refeições ou em uma única refeição, ou até misturado em chá verde, chá de hibisco ou qualquer alimento quente.

O Consumo Do Óleo De Coco

Então, já que o óleo de coco emagrece, ou ao menos ajuda no processo, como consumi-lo? Talvez você ainda não saiba porque o óleo de coco ganhou o status de alimento do momento, mas é importante que você saiba que uma das característica que fazem dele um “aliado” da perda de peso e de gordura localizada é sua função termogênica.

O óleo de coco vai acelerar o seu metabolismo e fazer com que você perca mais calorias em um único dia do que perderia se não o consumisse. Isso acontece por conta dos Triglicerídeos de cadeia média, uma gordura que vira energia quase que instantaneamente ao chegar ao fígado. Com isso, você ganha cada vez mais energia para se exercitar e ainda elimina a “gordurinha” localizada que tanto incomoda, esteja você acima do peso ou não.

O alimento ainda contém uma concentração alta de um ácido chamado láurico, que tem função anti-inflamatória, antioxidante, antibacteriana, antiprotozoária, antifúngica e antiviral. Tornando-o assim um super alimento.

Observações

Mas é preciso ficar atento a algumas ressalvas. O óleo de coco só pode ser consumido, no máximo, 22 gramas diárias.

Isso porque 87% de sua composição é de macronutrientes e a sua gordura, quando consumida em excesso, pode elevar os índices de LDL, ou o mau colesterol.

Além disso, é preciso incorporá-lo a uma dieta saudável, rica em proteínas e vitaminas, e também a uma rotina diária de exercícios físicos. Isso porque toda a energia consumida no alimento deve ser gasta da melhor maneira possível.

Por isso, lembre-se! O óleo de coco não é uma fórmula mágica, ele serve apenas como um “aliado” ao seu processo de emagrecimento.

Sendo assim, é preciso ter em mente que só trará todos esses benefícios se incorporado a uma reeducação alimentar e muita atividade física. Só assim você sentirá as mudanças em seu corpo.

Sim, pode-se dizer que o óleo de coco emagrece, mas ele sozinho não é capaz de fazer isso. Ele vai basicamente acelerar o seu metabolismo, ajudando assim com que você perca mais calorias em um único dia do que se não o consumisse.