O triiodotironina para emagrecer é um hormônio usado principalmente por pessoas que tem algum problema na tireóide, e que por isso tem mais dificuldades para reduzir os ponteiros da balança.

Mas será que o uso desse hormônio é benéfico para a saúde e pode ser usado por todos os que desejam perder peso com um pouco mais de rapidez?

O que é Triiodotironina?

Triiodotironina Para EmagrecerO triiodotironina é na verdade mais conhecido como T3, um importante hormônio produzido pela glândula da tireóide.

As pessoas que não produzem o T3 ou que tem uma produção deficiente são diagnosticadas com hipotireodismo, uma doença que causa dificuldades de memorização, diminuição da frequência cardíaca, diminuição da chamada massa óssea e a desaceleração do metabolismo energético.

Ele é responsável pelo trabalho de gastar energia e também pelo acúmulo das cadeias de açúcar que nosso corpo usa na hora de construir os tecidos. Por isso, esses pacientes usam normalmente medicamentos com triiodotironina para emagrecer e melhorar sua qualidade de vida.

O problema é que o uso indiscriminado desse hormônio pode trazer sérios problemas para o nosso corpo e prejudicar não só o emagrecimento, mas a saúde de forma geral.

Benefícios do Triiodotironina para Emagrecer

Antes de falar dos benefícios do triiodotironina para emagrecer é preciso enfatizar que ele só deve ser usado com prescrição e acompanhamento médico.

O triiodotironina tem ação catabólica e anabólica, o que permite que o organismo de pessoas que tenham dificuldades para perder peso se acelere.

Esse processo faz com que o gasto calórico aumente e a pessoa passe a perder peso sem precisar de tanto esforço quanto precisava antes.

De acordo com alguns especialistas, pessoas que possuem enfermidades como ovários policísticos e hipotireoidismo tem mais dificuldade para emagrecer porque seus organismos desaceleram. Com isso, elas passam a ter que realizar o dobro do trabalho e foco que uma pessoa saudável tem na hora de malhar e se alimentar.

Para que essas pessoas vejam o resultado de seus esforços e também não se desanimem ou acabem com algum problema psicológico por conta do aumento de peso, os médicos costumam indicar o triiodotironina para emagrecer.

Os contras do triiodotironina

O problema é que esse hormônio não pode ser usado por qualquer pessoa, já que ele pode causar insuficiência cardíaca, arritmias, provocar AVC isquêmico, alterações psiquiátricas como esquizofrenia, insônia e alucinações, além de infertilidade e alterações menstruais.

As doses desse hormônio são milimetricamente calculadas por um médico especialista, o que diminui os riscos de qualquer complicação para as pessoas que utilizam o triiodotironina para emagrecer.

Os especialistas afirmam ainda que o uso contínuo e indiscriminado do triiodotironina para emagrecer pode fazer com que a tireóide entenda que não precisa mais produzir o hormônio, já que ele estará em altas doses no organismo. Isso fará com que você pare de produzir o T3 e só recupere sua função em até 1 ano, ficando com hipotireodismo nesse tempo, e sem usar nenhum tipo de reposição hormonal.

O importante é saber que não existe “milagre” na hora de emagrecer e que todo o processo de perda de peso deve ser acompanhado de perto por um profissional da saúde.

O uso de medicamentos sem prescrição médica é prejudicial à saúde e pode fazer com que você consiga o efeito contrário ao desejado. O ideal é reduzir a quantidade de calorias em suas refeições, praticar uma atividade física diária e só tomar o triiodotironina para emagrecer depois de realizar uma série de exames que comprovem os níveis baixos do hormônio em seu organismo, assim você não corre riscos e ainda consegue eliminar de forma satisfatória as gordurinhas que tanto incomodam.